Dia Mundial de Luta Contra a Aids e Exposição

Na próxima terça-feira (01/12/2009), Dia Mundial de Combate à AIDS, a Instituição Beneficente Conceição Macedo – IBCM lança a edição 2010 do calendário da IBCM, às 9h, no Espaço Cultural da Câmara de Vereadores de Salvador.

O calendário, criado em 2007 pelo padre Alfredo Dória e pelo fotógrafo Marcelo Mendonça, traz fotos de personalidades baianas e nacionais e tem sua renda revertida para a assistência de crianças e famílias que convivem com o vírus HIV. Entre os famosos que ilustram o novo calendário estão Jesus Luz, Lázaro Ramos, Margareth Menezes e Mercedes Sosa.

Notícia divulgada no IBahia.

Para acompanhar mais dados oficiais sobre a AIDS, acessem o site:

DST.AIDS

Leiam, levem a sério essas informações e divulguem.

EXPOSIÇÃO:

 O Centro Baiano Anti-Aids e o Grupo Gay da Bahia promovem de 1° a 12 de dezembro, no foyer da Biblioteca Pública do Estado (Barris), a exposição “AIDS tem solução”, que reunirá cartazes nacionais e internacionais, painéis, fotografias, livros e folhetos, além de uma coleção de preservativos de vários países do acervo do GGB para destacar medidas de prevenção da doença.

“O Dia Mundial de Combate à Aids é comemorado 1° de dezembro. A doença é tratável, mas ainda incurável. Os jovens continuam sendo as principais vítimas do HIV. A maioria deles não presenciou a fase dramática do início da doença”, explica o curador da exposição, Luis Mott.

Fundador do grupo militante gay mais atuante do estado, Mott ressalta ainda que o público visitante, sobretudo os jovens, terá acesso, por meio do material exposto, a informações que mostram como o uso do preservativo pode ser uma das principais medidas de prevenção e combate à doença. A mostra estará aberta, gratuitamente, das 8h30 às 21h.

Respeito

Ainda na Biblioteca Pública, no 3º andar, os visitantes poderão conferir, de 10 de dezembro a 10 de janeiro, a exposição “Atitudes positHIVas: direitos humanos e respeito às pessoas com HIV Aids”, das 8h30 às 18h. A exposição abordará formas de prevenção da doença e a importância de se respeitar pessoas portadoras do vírus. A entrada também é gratuita.

Anúncios

No embalo da identidade: O reggae na Bahia


Seminário permanente com Pesquisadores Baianos:

Fabricio dos Santos Mota
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia.
Mestre em Estudos Étnicos e Africanos pela Universidade Federal da Bahia.

Maria Bárbara Vieira Falcón
Mestra em Estudos Étnicos e Africanos pela Universidade Federal da Bahia.

Coordenação:

Antonio Jorge Victor dos Santos Godi
Universidade Estadual de Feira de Santana.
Mestre em Comunicação e Cultura Contemporânea pela Universidade Federal da Bahia.

data e horário:
quinta-feira – 26 de novembro de 2009 às 16:00h

local:
Fundação Clemente Mariani – Rua Miguel Calmon , 398
Ed. Conde Pereira Marinho Comércio 
40015-010 – Salvador BA

inscrições e informações:
(71) 3243 2491 | 3243 2666
academico@fcmariani.org.br
Entrada franca mediante inscrição

Bibliotecários da British Library serão substituídos por robôs

A Biblioteca Nacional do Reino Unido irá remanejar parte de seu acervo em um novo prédio, onde a responsabilidade pelo armazenamento e coleta de 7 milhões de itens passará de um bibliotecário a uma grua – aparelho para levantar pesos, como um guindaste– robotizada.
O centro climatizado de 30 milhões de libras na cidade de Boston Spa, no norte da Inglaterra, irá abrigar o equivalente a 262 quilômetros de estantes, em um tipo de armazenamento de alta densidade que normalmente é usado mais por varejistas do que por bibliotecas.
O diretor de finanças e serviços corporativos da biblioteca, Steve Morris, afirmou que os livros serão armazenados em contêineres, que serão empilhados seguindo um algoritmo que calcula a demanda por certos títulos.
“As gruas, na verdade, são a única parte da organização agora que saberão onde está o material”, disse Morris.
“Ao longo do tempo, com o material sendo acessado, o sistema irá lembrar de quais livros são mais pesquisados e irá guardar esses livros na frente no prédio, para que sejam acessados mais facilmente”.
Já livros que são raramente procurados acabarão ficando no fundo do prédio.

Oito pessoas

A nova tecnologia significa que apenas oito pessoas serão necessárias para acessar o acervo que será mantido no centro.
“Antigamente, andávamos pelos andares e buscávamos os livros nós mesmos, mas com isso, quando estiver tudo lá, tudo o que precisamos fazer é apertar um botão e ele vem até nós”, disse a bibliotecária Alison Stephenson.
Stephenson e seus colegas estão checando os livros que chegam de Londres antes de serem colocados nos contêineres e levados para dentro do prédio pelos robôs.
“Se você colocar um livro na caixa errada nesse prédio, então, de fato, você nunca mais irá encontrá-lo”, disse Morris.
A construção do centro deve ser concluída até meados de 2011, complementando sua sede no bairro de St. Pacras, em Londres, onde os livros estarão disponíveis 48 horas após serem solicitados de Boston Spa.
Notícia da Reuters.

Títulos em terras distantes

No Japão, a Seleção Brasileira de Vôlei Masculino ganhou mais um título. Desta vez foi a Copa dos Campeões, derrotando os japoneses na ultima partida. Ja no futebol de areia, o Brasil derrotou a surpreendente Suíça na final, sagrando-se tetra-campeão da modalidade. O torneio foi realizado em Dubai.

Lanterninha no Cinema

Na próxima segunda-feira dia 23 de novembro de 2009 o Lanterninha e o Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha promovem a exibição especial do filme “Besouro” para cineclubistas do projeto com a presença de atores e equipe do filme. Essa é mais uma das iniciativas que busca formar platéia para o cinema nacional, proporcionando mais experiência audiovisual aos jovens e fortalecendo a rede cineclubista do Lanterninha.

O quê: exibição do filme Besouro
Onde: Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha
End: Praça Castro Alves, s/n – Centro – Salvador Bahia Tel: 3011-4706 / 3322-0302
Quando: 23/11/09
Hora: 13:30 hs

Para convidados

Saiba a programação do Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha: 
Espaço Unibanco Salvador

Festival de Vídeo Lanterninha

Os vídeos produzidos durante as oficinas do Lanterninha em 2008 e 2009 serão exibidos nessa quarta-feira, dia 25/11/09, no Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha. Os cineclubistas lanterninhas estréiam na direção de 04 vídeos.

Sessão de curtas

Na semana da consciência negra o projeto Lanterninha exibe três curtas metragens baianos que tratam do assunto: O Prisioneiro da Torre, de José Vieira, uma animação em 3D, 10 centavos de César Fernandes e Nego Fugido de Cláudio Marques e Marilia Hughes, os dois de ficção. O Colégio Estadual Ypiranga, no bairro do 2 de julho, participou da sessão com os diretores José Vieira e César Fernandes.

Para conhecer mais sobre o Projeto, acesse o site:

Projeto Lanterninha

Adeus a Herbert Richers

Aos 86 anos, morre no Rio de Janeiro o produtor de cinema Herbert Richers, dono da empresa pioneira no ramo de dublagens no Brasil.

O velório acontece nesta sexta, na capela 1 do cemitério Memorial do Carmo, no Rio, onde o corpo dele será cremado.

Herbert Richers nasceu em Araraquara, interior de São Paulo, em 11 de março de 1923, mas passou grande parte da sua vida no Rio de Janeiro. Em 1950, ele fundou na cidade a distribuidora de filmes Herbert Richers S.A, que depois virou uma das pioneiras no ramo da dublagem no Brasil, conhecida pelo anúncio “versão brasileira, Herbert Richers”.

A dublagem foi introduzida ao produtor em 1960 pelo amigo Walt Disney, como forma de resolver o problema das legendas, que eram quase ilegíveis para a tecnologia da época (televisão pequena, em preto e branco e sem definições).

A organização Herbert Richers foi fundada em 1956 para a exclusiva produção de cinejornais. Pouco tempo depois, ela começou modestamente a produzir e distribuir longas, como a comédia Sai de Baixo (1956). Nos anos 60, ela já produzia cerca de oito filmes por ano, a maior média de qualquer estúdio ou produtora da época.

Com o desenvolvimento da televisão, Herbert Richers organizou um departamento de dublagem de filmes, lançando nomes que, mais tarde, se tornariam famosos, como Costinha, Fred e Carequinha, Ankito, Zé Trindade, Grande Otelo e Ronald Golias.

A empresa de Herbert Richers também passou a lançar filmes nacionais. Os destaques são O Assalto ao Trem Pagador (1962), Vidas Secas (1963), Bonitinha, Mas Ordinária (1963), Selva Trágica (1963) e Asfalto Selvagem (1964).

Hoje, a produtora possui um dos maiores estúdios de dublagem da América Latina e é responsável por grande parte dos filmes exibidos em português no País.

Richers deixou três filhos, Herbert Jr., Ronaldo e Celina Maria, para quem transmitiu sua paixão pelo cinema, e todos trabalham na atividade. Já há um ano, desde o afastamento do pai por motivo de saúde, os três gerem os estúdios, que agora herdam.

IV de Marte & Fridha

%d blogueiros gostam disto: