Arquivo Público da Bahia sedia oficina do Programa Memória do Mundo da UNESCO

A memória do mundo é a memória coletiva e documentada dos povos do mundo. De acordo com a UNESCO, é o legado do passado para a comunidade mundial presente e futura. Visando ampliar a difusão do Memory of the Word (MoW), a UNESCO promoverá Oficinas Regionais do Programa Memória do Mundo durante o prazo de submissão de candidaturas deste ano. 

Na Bahia, o Arquivo Público do Estado da Bahia será o anfitrião da 8ª Oficina do MoW Brasil – Região Nordeste. O evento acontecerá em 1º de junho, às 14h, no auditório da instituição. O diretor-geral da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, Zulu Araújo, participará da mesa de abertura. No dia também haverá visita guiada aos conjuntos documentais do APEB e palestras com a diretora, Teresa Matos, e com professor Evergton Sales (UFBA), sobre orientações sobre o Edital 2017.

As Oficinas são ministradas por membros do Comitê MoW Brasil que têm conhecimento dos processos de montagem dos editais e revisões de candidaturas. Além disso, têm objetivo de diversificar o perfil das instituições que se candidatam e aperfeiçoar as propostas apresentadas de forma que estados e regiões que ainda não participaram, possam apresentar candidaturas qualificadas no Registro Nacional.

A oficina é voltada para instituições de gestão de patrimônio documental como arquivos, centros de documentação e memória, museus, universidades, secretarias e cultura e fundações. São 40 vagas gratuitas que podem ser garantidas através do e-mail memoriadomundo@arquivonacional.gov.br. Haverá certificado eletrônico para os participantes. 

Edição MoW 2017 – As candidaturas ao Registro Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo UNESCO 2017 ficarão abertas até 31 de julho. Serão selecionados documentos ou conjuntos documentais de natureza arquivística e bibliográfica – inclusive documentos audiovisuais –, custodiados em território nacional e de relevância para a memória da sociedade brasileira. O formulário de inscrição está disponível no sítio mow.arquivonacional.gov.br. 

Memória do Mundo no APEB – Vale salientar que o Arquivo Público do Estado da Bahia custodia quatro conjuntos documentais registrados no MoW-Brasil: Tribunal da Relação do Estado do Brasil e da Bahia (1652-1822); Registros de Entrada de Passageiros no Porto de Salvador (1855-1964); Cartas Régias (1648-1821) e Companhia Empório Industrial do Norte (1891-1973), respectivamente em 2008, 2010, 2013 e 2016. 

A diretora do APEB, Teresa Matos, destaca que são “títulos que confirmam o valor excepcional e o interesse nacional de acervos documentais que devem ser protegidos para benefício da humanidade”. A Bahia ainda custodia conjuntos do MoW no Arquivo Histórico Municipal de Salvador/ Fundação Gregório de Mattos, no Mosteiro de São Bento da Bahia e na Santa Casa de Misericórdia da Bahia.

Fonte: Fundação Pedro Calmon

Festival Salvador Jazz ganha destaque internacional na Unesco

Festival Jazz SalvadorO Festival Salvador Jazz, que será realizado pela Prefeitura, no próximo sábado (07) e domingo (08), no Rio Vermelho, é um dos destaques do site da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) para as celebrações do Dia Internacional do Jazz nas Cidades Criativas da Música. A instituição destaca o jazz por seu papel diplomático de unir as pessoas em todos os cantos do mundo, e a menção ao evento que será realizado em Salvador está no link http://migre.me/tG0Dh.
Através dessa iniciativa, a Prefeitura insere as atividades culturais de Salvador na agenda internacional da Rede de Cidades Criativas da Unesco, reafirmando seu compromisso na promoção da inclusão social, por meio da participação da população na vida cultural local. “O Festival Salvador Jazz é uma iniciativa que já nasceu consolidada, reforçando a vocação e talento naturais da cidade para a música”, observa Jorge Khoury, gestor do Escritório Salvador Cidade Global.
Em sua segunda edição, o festival reúne artistas que são referências desse gênero e da música instrumental, a exemplo de Mou Brasil, Letieres Leite, Gabi Guedes, Toninho Horta, Janela Brasileira, Baia Brass Musical, Skanibais, Retrofoguetes, Donatinho, Raul de Souza, Armandinho e Hamilton de Holanda.
Para presidir o Dia Internacional do Jazz, a Unesco convidou o pianista de jazz e compositor Herbie Hancock, que é referência para artistas que se apresentarão no Festival de Jazz Salvador. “Jazz é a expressão da harmonia e, ao mesmo tempo, de esperança e liberdade”, define Hancock.
The Jazz Festival of Salvador will enliven the city for a two-day free festival on 7 and 8 May. Opened to all audiences, Salvador underlines the capacity of music to nurture social diversity and to enhance participation to cultural life. A wide range of concerts will be performed by 14 groups of jazz to an expected 30,000 participants.
For more information on the Jazz Festival of Salvador, please mail to: cityofmusic@salvador.ba.gov.br
Programação:
07 de maio – 16h30 à 0h
Orquestra Afrosinfônica e Toninho Horta
Gabi Guedes Pradarrum e Donatinho
Skanibais e Retrofoguetes
Janela Brasileira
Baia Brass Musical
SSA – Sol Soteropolitano Ambulante (nos intervalos dos shows)
08 de maio – 16h30 às 22h30
Armandinho e Hamilton de Holanda
Mou Brasil e Raul de Souza
Letieres Leite & Quinteto
Sexteto 1 de Cada e Joatan Nascimento
SSA – Sol Soteropolitano Ambulante (nos intervalos dos shows)

Na imprensa:

Correio* – Festival Salvador Jazz reúne diversos sons no Largo da Mariquita neste fim de semana

G1 – Orquestra Afrosinfônica e Armandinho tocam em festival de jazz

Ibahia – Festival de Jazz movimenta o Rio de Vermelho em maio; veja atrações

Catraca Livre – Rio Vermelho recebe 2° Edição do Festival Salvador Jazz – Orquestra Afrosinfônica, Toninho Horta, Skanibas e Sexteto 1 de Cada são destaques da programação.

R7 – Shows e encontros marcam performances em Festival Salvador Jazz 2016

Lançado o Edital Memória do Mundo Brasil – 2012

O Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO – MOWBrasil lançou, no dia 16 de março, o Edital MOWBrasil 2012, para candidaturas de documento ou conjunto documental de natureza arquivística ou bibliográfica, de gênero textual (manuscrito ou impresso), audiovisual (filme, vídeo e registro sonoro), iconográfico (fotografia, gravura e desenho) ou cartográfico, em suporte convencional ou digital, à nominação no Registro Memória do Mundo do Brasil.

Criado pela UNESCO em 1992, o Programa Memória do Mundo reconhece documentos, arquivos e bibliotecas de grande valor internacional, regional e nacional, inscrevendo-os nos registros e conferindo-lhes certificados que os identificam. Tendo como objetivo estimular a preservação e a ampla difusão desse acervo, contribuindo, assim, para despertar a consciência coletiva do patrimônio documental da humanidade.
As candidaturas deverão ser enviadas até o dia 06 de julho de 2012 para o endereço abaixo:

Comitê Nacional do Brasil do Programa Memória do Mundo da UNESCO – MOWBrasil
Candidatura à Nominação no Registro Memória do Mundo do Brasil – 2012
Arquivo Nacional
Divisão de Protocolo e Arquivo
Praça da República, 173 – Centro
Rio de Janeiro – RJ
20211-350

Brasil – Memória do Mundo Internacional

Brasil, inscrito como Memória do Mundo Internacional!

A inscrição do Brasil foi recomendada pelo Comitê Consultivo Internacional do Programa  Memória do Mundo, que reuniu-se em Manchester (Reino Unido), no período de 22 a 25 de maio.

A UNESCO criou este Programa em 1992 com o objetivo de preservar e difundir amplamente documentos, arquivos e bibliotecas  de grande valor mundial, impedindo assim,  que o patrimônio da humanidade seja esquecido.

Fonte: Arquivo Nacional

%d blogueiros gostam disto: