Galícia é campeão da 2ª Divisão do Baianão 2013

galicia campeao

O Galícia é o campeão da Segunda Divisão do Baianão 2013. O Granadeiro venceu a Catuense por 2 a 0, neste sábado (27), em Pituaçu, e fechou com chave de ouro a campanha que o levou de volta à elite do futebol baiano após 14 anos.
 
Milhares de apaixonados marcaram presença no estádio e viram o Azulino fazer a festa com os gols de Diego Higino e Alemão. No jogo de ida, o time soteropolitano já havia vencido a Catuca, mas por 2 a 1, em Alagoinhas.
 
Esse é o 17º título da história do clube e o terceiro da Segundona. A equipe do Parque Santiago de Compostela havia vencido o certame em 1985 e 1988.

Ligado à colônia espanhola em Salvador, o Galícia possui uma linda história, com cinco títulos baianos da 1ª Divisão. Três deles, em 1941, 1942 e 1943 lhe renderam o status de primeiro tricampeão baiano.
 
galicia campeao1Fundado em 1º de janeiro de 1933, o Granadeiro caiu para a Segunda Divisão em 1999. Quatorze anos depois, o Demolidor de Campeões conquistou o retorno à elite do futebol baiano e ainda levou para casa a taça de campeão.
 
Após a partida, o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, fez a entrega do troféu Valtemir Teles de Souza. A entidade homenageou o ex-volante, que acumulou passagens de sucesso por Bahia, Botafogo, Sporting Gijón (ESP), Vitória, Botafogo (SP), Rio Branco, América (SP), Ceará, Portuguesa, Sampaio Corrêa, Vila Nova, Ipatinga e São Bento (SP).

Souza defendeu ainda a Seleção Brasileira Sub-20. Com a camisa verde e amarela, ele conquistou o 3º lugar no Campeonato Mundial da categoria, na Arábia Saudita.

Fonte: FBF

Vitória é o Campeão Baiano de 2013

Vitória_A TArde

Com o título garantido uma semana antes na partida da Fonte Nova, o Vitória levantou o troféu diante de sua torcida (32.514 pagantes) no Barradão. Com um adversário em grave crise, a torcida esperava um novo massacre, mas, se na Fonte Nova, o retrospecto é totalmente favorável, no Barradão, o caminho é inverso. Nos últimos 13 confrontos, somente duas vitórias diante do rival em seus domínios.

O rubro-negro garantiu o seu 27º título baiano com méritos. Após a surpreendente eliminação no Campeonato do Nordeste, o time mudou de postura, e em 12 jogos, venceu 8, empatou 1 e perdeu 3. Além da campanha incontestável, o torcedor rubro-negro delirou com as goleadas de 5×1 e 7×3 sobre o Bahia.

Motivos não faltam para os torcedores do Vitória comemorarem mais uma conquista.

Mais sobre a festa do título no site Globo Esporte

Próximos passos

Vitória

O Vitória teve pouco tempo para comemorar o título. O time já entra em campo na próxima quarta-feira para a partida de volta contra o Salgueiro/PE. Na partida de ida em Pernambuco, o jogo terminou em 0x0. Qualquer vitória garante a classificação do rubro-negro para a próxima fase. Empate com gols classifica o Salgueiro. Quem avançar vai enfrentar na próxima fase o Criciúma, que conquistou ontem o Campeonato Catarinense.

A partida será realizada no Barradão, às 19:30.

Bahia

Crise, essa é a melhor palavra para aplicar ao tricolor. Eliminado ainda na primeira fase do Campeonato do Nordeste, o time foi medíocre no Baianão, em sua pior campanha na história do estadual, só chegando a final da competição graças a uma fórmula equivocada da Federação Baiana de Futebol. Em 12 jogos, o Bahia venceu apenas 3 partidas (sendo duas na semifinal), empatando 6 e perdendo 3, isso sem falar nas humilhantes goleadas sofridas nos clássicos.

Depois de ter sido eliminado pelo Luverdense-MT na Copa do Brasil, as perspectivas para o time nesse resto de temporada é nebuloso. Após insucessos seguidos (Estadual, Regional e Copa do Brasil), não se sabe o que esperar do time para a principal competição do futebol brasileiro.

Insatisfeitos com a má gestão do clube, um grupo de torcedores de diversas correntes políticas/ideológicas, fez o lançamento do grupo “Bahia da Torcida”, que pede mudanças dentro do Tricolor, incluindo a renúncia imediata do presidente Marcelo Guimarães Filho. Paralelo a isso, a torcida começou a aderir a campanha do “Público Zero”, e o reflexo disso já foi sentido nos dois últimos jogos realizados pelo clube.

2ª Divisão do Baianão 2013

2ªdivisãoNo próximo dia 27 de abril, será dada a largada na 2ª Divisão do Baianão 2013.

Ypiranga, Galícia , Colo Colo, Camaçari, Catuense, Ipitanga, Astro, Itabuna, Jequié e Flamengo de Guanambí, iniciam a luta por duas vagas na elite do futebol baiano em 2014.

Na edição do ano passado, tiveram acesso a 1ª Divisão as equipes do Botafogo e Jacuipense. As duas mantiveram-se na Série A.

O Ypiranga, que pela campanha realizada na temporada passada, era um dos favoritos ao acesso, jogando inclusive pelo empate, perdeu a grande chance jogando diante de sua torcida.

Tanto o Ypiranga como o Galícia vão ter como mando de campo o Estádio de Pituaçu.

Quem está de volta a uma competição oficial é a tradicional equipe da Catuense. Equipe que já disputou a 1ª Divisão do Brasileiro, foi campeão da Taça Estado da Bahia em 2001, sendo por quatro vezes vice-campeão da Série A do Baianão. A equipe é conhecida também por ter revelado jogadores que se destacaram no cenário nacional, entre eles Bobô, Sandro, Osmar e Zanata.

A Catuense vai ter como mando de campo no Estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas, enquanto o O Itabuna segue no tradicional Estádio Luiz Viana Filho.

Já o Jequié, Colo Colo e Flamengo de Guanambí vão ter como mando de campo os estádios Waldomiro Borges, Mário Pessoa e Dois de Julho.

O Ipitanga deve manter como mandar seus jogos no Estádio Municipal de Lauro de Freitas. O Astro vai jogar em Serrinha, no Estádio Mariano Santana e o Camaçari, no Estádio Armando Oliveira.

Os clubes estão divididos em dois grupos:

Grupo 1 – Camaçari, Catuense, Galícia , Ipitanga e Ypiranga

Grupo 2 – Astro, Colo Colo, Flamengo de Guanambí, Itabuna e Jequié

Os dois primeiros de cada grupo disputam a semifinal, e os vencedores garantem o acesso a 1ª Divisão.

Das 10 equipes, somente o Flamengo de Guanambí ainda não teve passagem pela primeira divisão. Além disso, das 9 restantes, 3 já foram campeões do Estado.

O Ypiranga é o 3º maior detentor de títulos estaduais, ficando atrás apenas de Bahia e Vitória, com 10 títulos da 1ª divisão e 1 Campeonato Norte-Nordeste, seguido por Galícia com 5 e o Colo-Colo com 1.

Para ter acesso a Tabela da Competição, basta acessar o link Tabela 2ª Divisão

%d blogueiros gostam disto: