Goiás é o campeão da 2ª divisão!

Sobe

O alviverde goiano conquista pela 2ª vez o título da Série B. A primeira vez foi em 1999, e após 13 anos, o Goiás volta a 1ª divisão com uma grande campanha. Foram 78 pontos conquistados, com 23 vitórias, 9 empates e apenas 6 derrotas.

O Criciúma ficou em 2º lugar com 73 pontos, seguido por Atlético-PR, Vitória-BA e São Caetano com 71 pontos. A equipe paulista ficou de fora no principal critério de desempate, o número de vitórias. Nessa hora, a equipe do São Caetano deve lamentar profundamente o pênalti desperdiçado no jogo anterior contra o Goiás, que o colocaria a frente dos rubro-negros. Como os seus adversários não tem nada haver com isso, fizeram o seu papel dentro de campo e asseguraram o retorno a elite do futebol.

O Atlético teve pela frente o rival Paraná, e em um jogo nervoso e bastante disputado, conseguiu segurar o empate em 1×1, garantindo a 3ª posição.

Já o Vitória, que chegou a disparar na liderança da competição, sendo apontado como o favorito ao título, voltou a fazer uma partida ruim em seus domínios. Diante de um Barradão completamente lotado, o Vitória não conseguiu derrotar o desestruturado Ceará. A torcida rubro-negra fez o seu papel, lotou o estádio para empurrar o Leão, e merecia um resultado melhor. O jogo terminou 1×1 e a euforia tomou conta da torcida, que festeja o retorno a 1ª divisão após duas temporadas.

Desce

Já na parte de baixo da tabela, o Guaratinguetá venceu o já eliminado Barueri pelo placar de 2×1. Com esse resultado, a equipe se livrou do rebaixamento para a série C, já que a equipe do Guarani, mesmo jogando em casa, perdeu para o São Caetano por 2×1, amargando mais um rebaixamento em sua trajetória.

O Guarani, que já foi campeão brasileiro da 1ª divisão e considerado melhor equipe do interior paulista, vive talvez a sua maior crise. Outra equipe que tentou, mas não conseguiu evitar o rebaixamento foi o CRB. Apesar da vitória diante o rival ASA pelo placar de 4×2, na casa do adversário, ficou a 1 ponto do Guaratinguetá. O outro resultado que poderia favorecer a equipe alagoana não aconteceu. O Bragantino derrotou o Boa Esporte por 3×0 em casa e se manteve na série B.

Anúncios

Camacho livra o Bahia de derrota

Ontem, pela Copa do Brasil, o Bahia ficou no empate em 1×1 contra o Atlético Paranaense no Pituaçú.

O placar foi ruim para o tricolor, mas diante às circunstâncias do jogo, o empate deve ser comemorado. O rubro-negro paranaense sobrou em campo no primeiro tempo e não souberam aproveitar a superioridade. O Bahia fez um péssimo primeiro tempo e não levou perigo a defesa do furacão.

Após perder boas chances, Guerrón marcou aos 44 minutos do primeiro tempo.

No segundo tempo, com as entradas de Rafael e Maurício, o Bahia ganhou em velocidade e a equipe baiana passou a pressionar os paranaenses, que sentiram a mudança de comportamento do tricolor. Aos 39 minutos da etapa final, Camacho fez um belo gol, evitando a derrota tricolor.

Na próxima quarta-feira, as equipes voltam a se enfrentar na Arena da Baixada. O Atlético tem a vantagem do 0x0. 1×1 leva para os pênaltis. A partir de 2×2 a vantagem passa a ser do Bahia.

A dúvida da torcida tricolor é saber até quando o Bahia vai insistir com a formação que vem iniciando as partidas.

Derrota na Arena da Baixada

O Leão baiano não conseguiu superar o Atlético-PR e voltou do Paraná com mais uma derrota no Campeonato. Os paranaenses venceram a partida pelo placar de  1×0, gol marcado por Rhodolfo aos 36 minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Vitória ficou na 13ª posição com 31 pontos.

O próximo adversário será o Grêmio no Barradão.

 

%d blogueiros gostam disto: