SUPERMAN O FILME (1978)

PODE O HOMEM PODER VOAR?

 

Alex Sandro – 01 de julho de 2015.

 

Para muitos é o melhor filme de super-herói de todos os tempos.

Era um projeto antigo da Warner Bros, e por fim depois de muitos percalços o filme foi realizado.

Tendo sido escrito por Mario Puzo (O Poderoso Chefão), com revisão de Tom Mankiewicks (007 Os diamantes são eternos) e Dirigido por e Richard Donner (A Profecia e Máquina Mortífera). Para o diretor a meta do filme seria aproximar o herói com poderes quase divinos com a realidade.

A Jornada

Onde vemos o jovem Clark Kent enfrentando os problemas da adolescência e sendo educado e confortado pelo seu pai adotivo bem no estilo “com grandes poderes vem grandes responsabilidades” neste caso GRANDES MESMOcom a morte do pai o jovem Clark busca sua jornada de autoconhecimento, que o leva ao polo norte e descobre quem é o que deverá fazer.

Ao final desta jornada assistimos o icônico Christopher Reeve, assumir o manto do superman ao fundo com a música do Mestre John Willians (Tubarão, Star Wars, Indiana Jones) esta cena é de arrepiar e bem emblemática.

O Romance

Daí vemos um Clark tímido encurvado as vezes gago e desastrado lidar com a intrépida Lois Lane vivida por (Margot Kidder) que é apaixonada pelo herói. Falando sobre este triângulo Clark-Lois-Super tem uma cena, que vale destacar o conflito vivido por ele, após um passeio com superman Clark a espera tira o óculos olha para o reflexo e ergue o corpo usa sua voz sem disfarce e ameaça contar a verdade, sobre o seu alter ego.

O vilão (Mente versus músculos)

Sobre o vilão (Gene Hackman) o enredo muda Radicalmente o aspecto do inimigo do superman, nos quadrinhos, é visto como cientista que outrora fora amigo do herói e o culpava pela “perda de seus cabelos”, vimos aqui um sofisticado gênio criminoso, que vive no subsolo da cidade e busca um grande golpe imobiliário. Destaco sua ótima atuação.

Com diálogos envolventes entre os antagonistas fica patente a frase do vilão de posse da Kryptonita para o subjugado herói “mente versus músculos”

O Final (Mudando como um Deus o curso da história)

Ao final vemos ações de um herói incansável, procurando socorrer as vítimas do desastre ocasionado por dois misseis nucleares sabotados por Luthor. Todas as cenas foram bem produzidas e trabalhadas.

Deus no homem ou homem em Deus.

Apesar de todo o seu esforço e poder o homem de aço não consegue salvar sua amada da morte e ouve seus últimos batimentos cardíacos….

Triste e com magoa o herói toma uma drástica decisão de voltar no tempo girando a terra ao contrário esta cena gera controvérsias para um filme que se propõe em investir na verossimilhança.

É um filme único, que diverte, emociona e até hoje serve de parâmetros para outros filmes de super-herói.

E após assistir a este filme fica clara a resposta do começo do texto

Sim pode o homem voar!

CURIOSIDADES.

 

As semelhanças entre a trajetória de Jesus e Superman…

“Tudo o que sou, tudo o que sei eu transmito a você, meu filho. E o filho se torna o pai e o pai se torna o filho”

Kal-el, meu filho, eles são um grande povo e podem se destacar por esta característica. Mas só lhes falta alguém que lhes mostre a luz e é por esta razão que envio você meu único filho.

Superman aparece aos 33 anos.

Quem foi cogitado para o papel de superman.

Christopher Walken e Nick NolteNeil Diamond e Arnold Schwarzenegger

O cachê não animou Spielberg

O diretor Steven Spielberg chegou a receber um convite para dirigir o filme. Entretanto, o alto salário pedido por ele assustou os produtores, que resolveram esperar como se sairia nas bilheterias seu mais novo filme, Tubarão, e depois propor uma redução do valor. Com o sucesso do filme, eles desistiram da ideia.

Presença valiosa

Para aparecer por apenas 10 minutos em Superman – O Filme, o ator Marlon Brando recebeu um cachê de US$ 4 milhões. E com tudo isso o ator quase que desiste do papel.

Christopher Reeve – O Superman definitivo

É comum e engraçado ao assistir as versões mais novas com Brando Routh e Henry Cavill e ouvir o seguinte comentário por parte de algumas pessoas, ora “este ai não é o verdadeiro.”

Prêmios

OSCAR – efeitos especiais

GRAMMY – Melhor Trilha Sonora

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: