Jon Lord partiu da escuridão para a luz

Com essa mensagem, o site oficial de um dos melhores músicos de todos os tempos comunicou o falecimento de Jon Lord. Ele estava internado em uma clínica de Londres e sofreu embolia pulmonar como consequência de um câncer no pâncreas.
Com uma gloriosa trajetória musical, Jon Lord era uma figura muito querida na cena musical. Membro fundador do Deep Purple, uma das maiores bandas de todos os tempos, se destacou pela destreza na qual tocava o seu famoso órgão Hammond. Junto com o baterista Ian Paice, permaneceu no Deep Purple em todas as formações da banda, até a saída em 2002. A separação não foi por motivos de brigas, apenas o músico queria se dedicar a um novo projeto erudito. De 2004 a 2011, gravou cinco discos orquestrais e todo ano, estava entre os mais votados do Hall da Fama da rádio Classic FM, de Londres.

Na Universidade de Leicester, ganhou o título de doutor honoris causa.

Membros do Deep Purple e outros grandes músicos publicaram nota sobre o ocorrido:

Ian Gillan:
“Nosso querido Jon faleceu nesta segunda-feira, 16 julho de 2012. Nós perdemos um amigo querido, um irmão e um músico maravilhoso. Sua dignidade e graciosidade tocou a todos nós. Sua música foi uma inspiração e nos levou para lugares além da nossa imaginação… Um homem verdadeiramente grande. Nós humildemente expressamos nosso amor eterno e grande respeito”.

Ritchie Blackmore:
“Ficamos com o coração partido ao ouvir sobre a passagem de Jon Lord. Homem e músico incrível. Que melhor maneira de lembrar senão pela música. Lendas nunca morrem”.

David Coverdale:
“Todos os membros do Whitesnake e todos do Whitesnake.com desejam expressar suas sinceras condolências à família de Jon, amigos e fãs … ‘Foi uma alegria absoluta e um prazer para mim conhecê-lo e trabalhar ao lado dele. Já sinto sua falta’.”

Lars Ulrich:
“Desde que meu pai me levou para vê-los em 1973 em Copenhagen, na impressionante idade de 9 anos, o Deep Purpletem sido a mais contante, contínua e inspiradora presença musical em minha vida. Eles significaram mais para mim do que qualquer outra banda que existiu, e tiveram uma grande influência em moldar quem eu sou. Então obviamente eu estou mais que deprimido, triste e devastado pela notícia de hoje sobre o falecimento do tecladista Jon LordNós todos somos culpados de soltarmos adjetivos como “único” e “pioneiro” quando queremos descrever nossos heróis e pessoas que nos tocaram, mas não há palavras que se encaixam melhor do que essas no momento e simplesmente não há outro músico como Jon Lord na história do hard rock. Ninguém. Ponto final.

Slash:
“Triste dia no Rock n’ Roll, Jon Lord faleceu. Um dos maiores e mais pesados sons no Heavy Metal. Singular.”
Iron Maiden:
“Muito triste por ouvir que Jon Lord se foi”.
Humberto Gessinger:
“Valeu muito, Jon Lord! RIP”
Mike Portnoy:
“Um dos pioneiros dos teclados ‘heavy’ e um verdadeiro cavalheiro”
Geezer Butler:
“[Estou] Muito triste por saber da morte de Jon, depois de uma batalha contra um câncer demoníaco. Um dos grandes músicos da minha geração. Tony Iommi [guitarrista do Sabbath] trabalhou recentemente com Jon, e disse que era um cara adorável”.
Rick Wakeman:
“A primeira vez que tomei conhecimento de JON LORD foi em meados dos anos sessenta, quando o “Hush” foi lançado e eu comprei o “Shades of Deep Purple que era um álbum bem à frente de seu tempo. Por razões óbvias, eu prestei atenção especial ao estilo e som do órgão, que era muito diferente de como os outros músicos estavam usando o Hammond. Eu me tornei um admirador real e fã de Jon aquele dia e assim permaneci com tudo que ele fez

Nós nos tornamos verdadeiros amigos poucos anos atrás, embora tivéssemos nos encontrado em várias ocasiões antes disso. Fizemos palestras juntos em conservatórios de música, nos reunimos para o almoço e, mais importante fizemos músicas juntos. Nós escrevemos uma peça, há 12 meses atrás, para o Sunflower Jam no Royal Albert Hall. Nós escrevemos esta peça juntos no John Henry’s Studios em Londres e foi tão fácil, porque tínhamos estilos tão diferentes e porque Jon estava se concentrando fortemente no Hammond e eu nos sintetizadores, a mistura foi completamente mágica. A peça foi realizada apenas uma vez e me disseram que foi filmada, embora eu nunca tenha visto o filme.

Nós nos sentamos no camarim que nós compartilhamos no Royal Albert Hall e fizemos planos para fazer um álbum juntos. Nós dois estávamos absolutamente convencidos de que poderíamos chegar a algo muito especial com nossos estilos misturados muito bem juntos. Nosso amor pela música clássica e também por trabalhar esse estilo dentro do rock foi o que também completou a ligação. Combinamos de nos encontrar mais tarde naquele mês.

Uma semana antes de quando deveríamos nos reunir, Jon me ligou com a notícia de que ele estava doente. Ele estava muito positivo e disse que, na verdade, nunca tinha se sentido melhor em sua vida e que por isso ele iria vencer levasse o tempo que levasse, e por isso, suspendesse o nosso projeto, que entrou em espera.

Nós conversamos algumas vezes depois e a última mensagem que recebi foi que ele estava respondendo bem ao seu tratamento. A notícia hoje me feriu como nenhuma outra perda de um músico que conheci. Eu só posso agradecer-lhe o legado que ele nos deixou a todos com sua grande música, grande visão e por sua bondade como ele era uma das pessoas mais gentis e bondosas que eu já tive o prazer de ser capaz de chamar meu amigo. Meu coração está com sua esposa Vicki e toda sua família.

Considerações:
Como fã de teclado, fico a imaginar como seria magnífico um trabalho em conjunto de Jon Lord com Rick Wakeman.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: