Fórum Econômico Mundial reconhece o potencial de dispositivos móveis

Relatório do Fórum Econômico Mundial divulgado nesta terça-feira (17), em Nova York, reconhece o grande potencial dos dispositivos com tecnologia sem-fio para a bancarização, mas aponta que, para isso, os governos devem flexibilizar as leis. O estudo examina a implantação da tecnologia e as legislações sobre a matéria em 20 países na África, América Latina e Ásia.

Pelos dados do Fórum, atualmente, há mais de 1 bilhão de pessoas no mundo com celulares e sem contas bancárias. Os resultados revelam que há pouca adoção de serviços financeiros como poupança, crédito e microsseguros e que os ambientes regulatórios, a competitividade do mercado e a educação financeira do usuário final são áreas que precisam de mais atenção para possibilitar o crescimento do segmento.

Conforme o estudo, Quênia e Filipinas estão entre os poucos países analisados que atingiram níveis de penetração acima de 10% de toda a população adulta. “Basicamente, o mercado deve determinar a escala de serviços financeiros móveis”, diz James Bilodeau, diretor associado e chefe de Finanças em Mercados Emergentes. “Mas, as partes interessadas dos setores públicos e privados devem trabalhar no sentido de eliminar impedimentos para modelos de negócios viáveis e criar um círculo virtuoso de adoção e inovação.”

No caso do Brasil, o estudo diz que as possibilidades de o país levar vantagem na matéria e “oferecer serviços financeiros mais complexos por meio de dispositivos móveis” depende de sua “habilidade de aproveitar a rede existente de agentes bancários e a proteção dos consumidores existente no país”. O estudo traz ainda dados do Haiti, México e Peru, e destaca que estes são exemplos de países nos quais ainda não se viu abrangência importante dos serviços financeiros móveis.

O relatório considera que o Brasil e a Índia apresentam pontos relativamente fortes quando comparados com países que já possuem um sistema de pagamentos móveis de maior escala. “O potencial da plataforma móvel de aumentar a inclusão financeira e transformar a vida financeira das pessoas e as estruturas de vários setores é inquestionável”, diz William Hoffman, chefe para a Indústria de Telecomunicações do Fórum Econômico Mundial.

Fonte: (Certificação Digital)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: