Literatura e cinema: traduções intersemióticas

Retransmitindo a mensagem sobre o lançamento do livro Literatura e cinema: traduções intersemióticas. Salvador: Ed. da UNEB, 2009.

SOUZA, Licia Soares de.

Este livro, incontornável para estudiosos do cinema, elabora uma análise de filmes, adaptados de narrativas literárias, dos anos 1960 a 2007. Inicia-se com Quarup, de Antonio Callado, de 1964, pelo fato dessa narrativa abranger um período bastante crucial para a compreensão da política nacional atual: de 1954 a 1964, passa-se do getulismo à ditadura militar. Nesse período, Callado traz à luz diversas utopias e correntes de pensamento que floresceram na sociedade brasileira: o cubanismo, o trotkismo, o indianismo, o jaguncismo guerrilheiro, as Ligas Camponesas, etc.

O estreitamento do debate sobre a passagem do texto literário ao texto fílmico começa pelo enfoque da tradução intersemiótica, trabalhada por Júlio Plaza (2001), baseada na teoria semiótica de Peirce, que autoriza a tradução de textos, através das funções mediadoras dos signos repartidos em categorias fenomenológicas que apresentam relações de autogeração de sentido. A infinitude da cadeia semiótica, as transmutações de signo em signo, nas três categorias da virtualidade, da existência e da lei, fazem com que a tradução dê conta de um feixe de possibilidades de transformação de segmentos textuais de um veículo para outro. Em termos de tradução semiótica, envereda-se pela área fílmica e busca-se o equivalente das seqüências literárias na grande sintagmática de Christian Metz, que constitui exatamente ma classificação de segmentos narrativos.

Outros filmes, traduzidos de livros, são analisados, testemunhando a dinâmica da cultura brasileira contemporânea: O que é isso companheiro, Outras estórias, A terceira margem do rio, A guerra de Canudos, Incidente em Antares, Lamarca, Cidade de Deus, Tropa de elite.

Conforme Pedro Barboza, na “orelha” da obra:

Literatura e cinema: traduções intersemióticas discorre sobre as várias formas de constituição de textos abrangidos pelo título na produção estética brasileira das quatro últimas décadas. Refletir sobre um dos modos importantes de nossa produção ficcional é a que se debruça Lícia Soares de Souza. O trânsito de textos da literatura ao cinema avolumouse nos últimos quarenta anos , coincidindo também com as condições em que se observa 25 a emergência do pós-moderno. A autora busca analisar o modo como se processa esse diálogo entre textos ficcionais, documentos de memória e a produção cinematográfica.

Para tanto, aborda obras que se apropriam de temas históricos, políticos e a contemporaneidade urbana. A violência é o eixo que reúne o corte efetuado para as análises, indo, tematicamente, de A Guerra de Canudos, de Sérgio Resende, a Tropa de elite, de José Padilha. Esta grande contribuição prática do livro aos estudos literários e da semiologia do cinema vem precedida de todo um aporte teórico que situa o leitor na compreensão da estética da violência entre nós”.

Anúncios

5 Responses to Literatura e cinema: traduções intersemióticas

  1. claudia lemos says:

    Gostaria de encontrar esse livro que parece muito interessante.
    Não achei em nenhuma livraria.
    Onde fica a Editora EDUNEB?
    obrigada
    Cláudia

  2. licia soares de souza says:

    Realmente só mesmo a EDUNEB, Editora da Universidade do Estado da Bahia tem esse livro.
    Como é editora de universidade pública, eles não podem comercializar em livrarias, infelizmente

  3. Claudia Lemos says:

    O livro é muito bom, e muito didático.
    Tem na Livraria LDM em Salvador

  4. Lucas Moreira says:

    Li e achei genial!! Indispensável para quem pretende aprimorar estudos sobre mutações e trânsitos de signos entre as duas linguagens, sobretudo na literatura e cinema brasileiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: